Sann Rodrigues tenta “EMPATAR” a SEC

Publicado a 2 Dezembro 2015

Sann Rodrigues, principal ganhador na fraude TelexFree e verdadeiro dono da iFreex, também esteve envolvido no esquema DFRFSann Rodrigues, o piramideiro da TelexFree, iFreex e de outras pirâmides apresentadas de marketing multinível, continua a atrasar a SEC. Será que vai ter sucesso?

No início de agosto 2015 a SEC entrou com uma Motion For Contemp, que em português significa Proposta de Desprezo, contra Sanderley Rodrigues.

No seu pedido, a SEC argumentou que Sann falhou em entregar ao regulador os registos detalhados das suas contas de um ano. Com base nisto, o regulador sustentou que era motivo para enviar Sann de volta para a prisão até que a ordem judicial fosse cumprida.

Sann defendeu-se afirmando que não sabia falar inglês. É mentira!

Após essa resposta falsa, a SEC declarou que não fazia sentido. Daí Sann Rodrigues deixou cair a resposta inicial e, em vez disso, alegou que ao fornecer as informações solicitadas poderia incriminá-lo noutras investigações relacionadas.

Isso foi em outubro, com os esforços de mediação entre a SEC e Sann, com o objetivo de resolver o problema.

Agora, no Relatório de Estado entregue pela SEC a 30 novembro, foi revelado que esses esforços foram em vão para resolver o problema.

The parties have not resolved the issue of the return of funds reflecting dissipation of assets by Rodrigues in violation of this Court’s Asset Freeze order.

Isso não quer dizer que não tenham conseguido essas informações…

Não se sabe como o regulador conseguiu os registos financeiros detalhados de Sann Rodrigues.

The Commission has also taken other steps to obtain the information required by the court-ordered accounting without causing defendant Rodrigues to waive his right against self incrimination under the Fifth Amendment.

As a result of these other steps to obtain information, the Commission received almost all information required by the court-ordered accounting.

A informação em falta são as contas offshore de Sann, que foram usadas para esconder o dinheiro ganho com o esquema Ponzi TelexFree.

Apesar da maior parte da informação ter sido obtida através de métodos alternativos, Sann Rodrigues até à data falhou em entregar o dinheiro conseguido das vítimas. Ele escondeu-o em contas identificadas.

Because Rodrigues has failed to return funds equal to his prior dissipation of assets, the Commission respectfully requests that this Court take action on that part of its motion for contempt.

Não acreditamos que continue a funcionar a desculpa que os seus dados financeiros podem lhe incriminar, para manter o dinheiro das vítimas em sua posse.

Quase de certeza que a SEC já tem uma cópia de todo o dinheiro transferido por Sann Rodrigues para fora dos EUA, para lugares bem longínquos.

Será que Justiça vai ser exemplar com este piramideiro?