Sann Rodrigues na PRISÃO… NOVAMENTE!

Publicado a 25 Janeiro 2016

Sann Rodrigues presoO piramideiro da TelexFree, iFreex e outros esquemas, Sann Rodrigues, está novamente preso nos EUA. Desta vez, não obedeceu ás ordens do tribunal no caso TelexFree.

A vida de Sann Rodrigues continua difícil em 2016…. passou de viciado em drogas para viciado em pirâmides MMN.

Para quem só chegou agora, vale a pena lembrar quem é este chico-esperto. Sanderley Rodrigues de Vasconcelos, mais conhecido por Sann Rodrigues, é um piramideiro profissional que recrutou muitos OTÁRIOS na TelexFree e noutros golpes, além de ser o suposto dono da fraude iFreex e da plataforma 2PayNet.

Em 2015, Sann foi preso por fraude no visto e a pedido da Polícia Brasileira. Mas, após pagar a fiança de 200 mil dólares foi posto em liberdade, em prisão domiciliária. Dias mais tarde descobrimos que Sann Rodrigues também tinha promovido o golpe DFRF Enterprises.

Sann Rodrigues novamente preso, em janeiro 2016

A Securities and Exchange Comission (SEC) anunciou a 20 janeiro 2016 que Sanderley Rodrigues de Vasconcelos de Davenport, na Florida (EUA), acusado de promover um esquema em pirâmide (TelexFree), foi condenado a prisão por desobediência civil decorrente das suas repetidas violações das ordens judiciais conseguidas pela SEC na sua ação cível movida contra Sann em 2014.

Isto é apenas o início dos problemas…

A 15 abril 2015, a SEC entrou com um ação civil de emergência contra a TelexFree, Inc., Sann Rodrigues e vários outros acusados e obteve do Tribunal Distrital dos EUA, em Boston, uma preliminar, incluindo uma ordem de congelamento de bens de Sann Rodrigues.

A 10 junho 2015, Sann consentiu com a ordem judicial que o obrigava a fornecer dados contabilísticos que listavam todos os ativos e operações superiores a 500 dólares.

A 12 agosto 2015, a SEC pediu ao tribunal para manter Sann preso, alegando que o piramideiro tinha transferido ou alienado os ativos e não tinha fornecido os dados financeiros pedidos inicialmente.

A 18 dezembro 2015, o juíz do processo civil da SEC contra Sann Rodrigues manteve Sann responsável por violar os termos das ordens do tribunal ao:

  1. Transferir $233,473 das suas contas bancárias
  2. Vender o Mercedes-Benz CLS
  3. Vender o Ferrari F430
  4. Transferir três condomínios na Florida
  5. Falhou ao fornecer a contabilidade.

Com isto tudo, o tribunal ordenou Sann Rodrigues devolvesse todos os ativos que tinha alienado, violando a ordem de congelamento de ativos, tendo como prazo o dia 15 janeiro 2016. O tribunal advertiu que, se Sann não o fizesse, ele seria preso novamente.

E… aconteceu!

A 15 janeiro 2016, a SEC notificou o tribunal que Sann não tinha cumprido com a ordem de 18 dezembro 2015.

Ainda a 15 janeiro 2016, o tribunal ordenou a prisão de Sann Rodrigues até que cumpra com a ordem do tribunal de 18 dezembro 2015. Mais detalhes da prisão de Sann Rodrigues podem ser encontrados no site Pinellas County Sheriff’s Office.

Prisão de Sann Rodrigues em 2016

Para tentar “dar a volta” a isto tudo, Sann Rodrigues prometeu voltar, mas não passou de alguns vídeos e de uma conferência onde o piramideiro se apresentou de empreendedor.