Reportagem Sexta às 9 sobre fraude GetEasy

Publicado a 25 Outubro 2014

O programa Sexta às 9 da RTP1 fez uma reportagem interessante onde mostra algumas das mentiras da fraude GetEasy. Depois desta reportagem algumas coisas mudaram!

Depois da investigação do Sexta às 9 à TelexFree, desta vez foi a altura de falar sobre a fraude multinível que começou a ter um falso sucesso depois desta última rebentar, a GetEasy. Antes de passar para os pontos importantes e para os erros que cometeram nesta reportagem, é importante deixar claro que a TelexFree está falida e nunca mais vai voltar. Temos amigos que se meteram nessa pirâmide e quem os “meteu” ainda continua a dizer que vai voltar e… entretanto deveriam entrar noutro negócio ilegal, como é o caso da Wish Club ou GetEasy.

Não é preciso ser muito esperto para se aperceber que estamos perante um Esquema em Pirâmide, segue praticamente os mesmos passos que indicamos sobre como criar uma fraude multinivel. Ninguém fala no produto e pelo menos 80% nem usa, só tem porque é obrigatório. Só falam no custo do “investimento” e no retorno, além das possibilidades de ganhos milionários e outras mentiras. Depois desta reportagem, os criadores deste esquema apagaram as imagens do GetMusic, onde mostrava quanto era possível ganhar com o investimento inicial.

Vimos a reportagem e gostamos de ver que o Sexta às 9 foi às várias conferências e tentou saber um pouco mais sobre algumas das supostas parcerias, que não são mais do que a TachoEasy ou a GetEasy patrocinar uma empresa. Nada mais! A reportagem mostra que essas duas empresas aproveitam a reputação de outras empresas para tentar fazer delas suas parceiras. Só porque pagaram por um patrocínio, isso não quer dizer que são parceiras.

Aqui ficam alguns dos pontos positivos da reportagem:

  • Desvendaram falsa parceria entre a TachoEasy e a Câmara de Vila de Rei, onde o Presidente da Câmara foi usado nos vídeos desta fraude, para dar credibilidade à falsa fábrica de baterias em Vila de Rei.
  • Desvendaram falsa parceria entre a TachoEasy e o Sporting.
  • Mostraram que GetEasy já teve 2 moradas em Macau, uma delas uma morada virtual e outra é um escritório vazio.
  • Informações sobre o início da investigação contra a GetEasy

… e os pontos negativos da reportagem:

  • Entrevista com Diretor de Marketing Pedro Godinho é muito fraca. Não foram ao fundo e tentaram “arrancar” mais do que textos decorados.
  • Não desvendaram os falsos contratos que tanto falam e usam para dar credibilidade ao esquema
  • Não revelaram que o evento da Paris Hilton custava 15€ (antes e no dia) e a GetEasy cobrou 25€ antes ou 30€ no dia
  • Não investigaram ao pormenor o plano GetMusic
  • Não investigaram ao pormenor o IFC

Deixamos aqui a reportagem completa sobre a GetEasy na RTP1. Aproveite e partilhe com os seus amigos e familiares!

ATUALIZAÇÃO 31/10/2014: Uma semana depois de exibir a reportagem sobre a fraude GetEasy, o programa Sexta às 9 foi saber mais sobre a relação do advogado Dias Ferreira com o esquema. Dias Ferreira aparece no vídeo da falsa fábrica de baterias para automóveis elétricos com autonomia de 800km. Essa fábrica é falsa porque não existe nenhum automóvel elétrico com uma autonomia de 800km no planeta Terra, nem no outro mundo. Temos pena!

ATUALIZAÇÃO 01/11/2014: Aqui está a reportagem completa do Sexta às 9 do dia 31/10/2014, onde o advogado Dias Ferreira explica como foi aliciado para o esquema e alguns detalhes do esquema e das estratégias destes chico-espertos.