UPHOLD SUSPENDE VIBECOIN (da BBOM+)

Publicado a 2 Julho 2016

Uphold suspende VibeCoin (da fraude BBOM+)A Uphold suspendeu a moeda virtual VIBECOIN da BBOM+, após saber da verdade do Esquema em Pirâmide. BBOM+ usou o nome “VIBECOIN” para não pagar e forçar os OTÁRIOS a investir mais dinheiro. CUIDADO!

É caso para dizer que a vida da BBOM+ não está fácil. Por mais que inventem novas estratégias… vai continuar a ser um Esquema em Pirâmide e vai… QUEBRAR!!

A VIBECOINapesar de nunca ter sido lançada… era apresentada pelo Presidente da BBOM+, o João Francisco de Paulo, como uma coisa extraordinária que iria valer 10 a 100 vezes mais dentro de 3 a 6 meses.

Claramente… as promessas de valorizações astronómicas da VIBECOIN serviram apenas para recrutar novos OTÁRIOS e forçar os OTÁRIOS a trocar saldo virtual em dólares por saldo virtual…. mas tudo acabou mal!

Usaram a Uphold… que é uma empresa reputada, credível e que atua no setor das criptomoedas, para criar a moeda virtual mas… quando a Uphold ficou sabendo da verdade sobre a BBOM+ e da VIBECOIN… tudo acabou. Suspenderam o contrato!

A BBOM+ NÃO É e NUNCA SERÁ Marketing Multinível. Mais uma vez, voltamos a dizer. Marketing Multinível só paga pelas vendas diretas. Se não vender, não ganha. É simples!

Razões que levaram a Uphold a suspender as negociações da BBOM+ (Vibecoin)

Para que não fiquem dúvidas e você não seja mais enganado nesta estratégia da BBOM+, que acabou mal, a Uphold publicou uma notícia no dia 27 junho 2016, falando sobre a suspensão do contrato.

Além de oferecer os serviços à rede, o contrato da Uphold com a BBOM+ incluía a criação da criptomoeda VIBECOIN. Para assegurar que não era mais saldo virtual… a BBOM+ tinha acordado lastrar a moeda com fundos existentes até 100 milhões de dólares.

Para assegurar a estabilidade e proteger os membros, acordamos que a BBOM iria lastrar a moeda com fundos existentes, até um total de $100M, começando com um início de $10M.

Supostamente toda esta coisa da VIBECOIN foi uma estratégia usada pelo esquema em pirâmide para forçar os OTÁRIOS a não retirar dinheiro e… também… para aliciar novos OTÁRIOS a investir mais dinheiro.

Piramideiro usa mentiras da VIBECOIN para recrutar novos OTÁRIOS.

Mas…a BBOM+ deu-se mal!

Como a BBOM+ não tinha (e não tem) os 100 milhões de dólares… ou até os 10 milhões de dólares, necessários para lastrar a moeda virtual, tiveram que falar muitas mentiras sobre a VIBECOINcomo já estamos acostumados no mundo das pirâmides financeiras.

A Uphold cancelou o contrato com a BBOM+ para a VIBECOIN pelas seguintes razões:

  • BBOM comunicou à sua rede diversas data para execução de datas chaves do projeto, que não estão de acordo com o contrato assinado.
  • BBOM não apresentou, até à data, os fundos acordados para lastre da moeda, nem completaram o nosso rigoroso processo de prova de existência e fonte de fundos.
  • BBOM, tanto quanto entendemos, procedeu à pré-venda de VIBECOIN, antes da nossa emissão. Para ser claro, Uphold não teve qualquer envolvimento na distribuição, venda ou gestão de VIBECOIN, o que vai contra o nosso contrato.

Ou seja… antes da VIBECOIN ter sido criada ou lastrada, já tinham começado a falar nela e… a usá-la para receber dinheiro dos OTÁRIOS. Prometeram que ia valer milhões do nada… ia dar para usar em todo o mundo… bla bla bla. Tudo mentira. claro!

Agora que a BBOM+ não consegue mais enganar a Uphold e usá-la nesta estratégia, parece que estão a tentar lançar a falsa moeda virtual por eles mesmos… sempre tentando se associar ao BitCoin.

CUIDADO!!