Tiago Fontoura foi PRESO na Tunísia?

Publicado a 9 Julho 2015

Tiago Fontoura, o dono da fraude (falida) Geteasy e do golpe Go2UP, foi preso na Tunísia. Várias notícias em árabe contam que burlou 40 mil pessoas na Tunísia. ALERTA!

Depois do colapso da fraude Geteasy, Tiago Fontoura lançou o esquema em pirâmide Go2Up, com a ajuda dos mesmos cúmplices. Como sempre, neste tipo de esquemas prometem que vai ser lucrativo e toda a gente vai ganhar. Até prometeram que iam pagar o que devem às vítimas Geteasy, mas até agora… nada!

Segundo as informações partilhadas pelos responsáveis da Go2Up, além de Tiago Fontoura, também fazem parte do esquema:

  • Edgar Fontoura
  • Pedro Mira Godinho
  • e Fernando Aragão

…os mesmos que estavam ao seu lado na Geteasy. Esta é a imagem que aparecia no site go2up.com.

Quem está por detrás do golpe Go2UP?

Quem está por detrás do golpe Go2UP?

O plano de negócios da Go2Up era basicamente o mesmo da Geteasy, a diferença é que o produto de fachada era um construtor de sites mobile amador, em vez dos geolocalizadores. Os afiliados investiam entre 100€ a 3000€ com a promessa de um retorno elevado, usando o dinheiro dos novos investidores.

Até o programa Sexta Às 9 alertou para a Go2Up, mas mesmo assim muitas pessoas ignoraram o óbvio.

Com a Geteasy a burlar milhares de pessoas em Portugal, Brasil, França e noutros países, ficou difícil de enganar pessoas nesses países. Por isso, a estratégia de Tiago passou por aliciar otários na Tunísia e outros países árabes. São muito fáceis de enganar…

Praticamente seis meses depois do seu lançamento, hoje chegou ao fim!

Se os rumores que tivemos acesso são verídicos, ao aterrar na Tunísia Tiago Fontoura foi preso com várias acusações criminais. Não sabemos exatamente quando foi preso, mas no dia 23 junho 2015 o site foi colocado em modo de manutenção. O backoffice da Go2Up também foi fechado no mesmo dia!!

Site go2up.com entra em "modo manutenção" depois de Tiago Fontoura ter sido preso na Tunísia. Agora é tempo de apagar as provas.

Site go2up.com entra em “modo manutenção” depois de Tiago Fontoura ter sido preso na Tunísia. Agora é tempo de apagar as provas.

Alguns dias depois, várias páginas de afiliados da Go2Up alertaram que Fontoura tinha sido preso pelas autoridades da Tunísia.

Página no Facebook de afiliado da Go2Up alerta para prisão de Tiago Fontoura

Página no Facebook de afiliado da Go2Up alerta para prisão de Tiago Fontoura

e

Página no Facebook de afiliado da Go2Up alerta para prisão de Tiago Fontoura

Página no Facebook de afiliado da Go2Up alerta para prisão de Tiago Fontoura

Ao pesquisar encontramos um comunicado de junho 2015, onde anunciam a abertuar do escritório na Tunísia no fim do mês. Provavelmente foi por isso que se deslocou até lá.

A 2 julho 2015, o Tunisien publicou uma notícia onde informa que Fontoura foi acusado de ter burlado cerca de 40 mil tunisinos através da Geteasy. De acordo com essa notíca, foi preso no hotel onde estava hospedado. Lavagem de dinheiro é um dos crimes cometidos. Causou perto de mil milhões em perdas.

A moeda oficial da Tunísia é o Dinar Tunisino, e mil milhões TND é igual a $508 milhões. Não sabemos se é USD ou TND, mas de qualquer maneira é mesmo muito dinheiro!!!

No mesmo dia, o site Assabah noticiou outra prisão, com uma foto desfocada do “gestor” da Geteasy. Essa foto parece ser de Edgar Fontoura, tem muitas semelhanças…

Edgar Fontoura, um dos cúmplices de Tiago Fontoura na Geteasy e Go2Up, foi preso na Tunísia

Edgar Fontoura, um dos cúmplices de Tiago Fontoura na Geteasy e Go2Up, foi preso na Tunísia

A notícia informa que Fontoura tem dupla nacionalidade Brasileira-Portuguesa, e volta a mencionar em acusações de fraude e lavagem de dinheiro. Muito provavelmente Tiago Fontoura e Edgar Fontoura foram presos.

Nordouest News também publicou uma notícia a 2 julho 2015, mas desta vez usando a foto de Tiago Fontoura.

A 3 julho 2015, o site Assabah menciona mais informações sobre as investigações em curso por fraude e lavagem de dinheiro de 3 suspeitos. Aparentemente “usavam um negócio de Banco sem qualquer licença“.

Aparentemente as investigações na Tunísia começaram a 11 junho 2015, com as autoridades locais a prender Fontoura no momento em que entrou na Tunísia, no mês de junho.

As coisas estão desta maneira, com Tiago Fontoura e mais dois cúmplices presos.

Como aconteceu com a prisão de Sann Rodrigues, onde o site da iFreex foi excluído, aqui também usaram a mesma jogada. Com a prisão de Tiago Fontoura, colocaram o site em manutenção.

Atualização 14/07/2015: Recebemos uma denúncia por email com anexo, onde mostra o email recebido pela Embaixada do Brasil em Túnis a confirmar que Tiago Fontoura está preso por vários crimes.

Embaixada do Brasil em Túnis confirma que Tiago Fontoura está preso por vários crimes

Embaixada do Brasil em Túnis confirma que Tiago Fontoura está preso por vários crimes