PIRÂMIDE MINERWORLD fabrica prova de Mineração. Gurus em Bitcoin expõem GOLPE!

Publicado a 18 Agosto 2017

MinerworldA fraude MINERWORLD divulgou um bloco minerado, mas tudo não passa de uma prova fabricada. Vários Gurus em Bitcoin revelam farsa. Não existem outras provas. CUIDADO!

Daqui a algum tempo, quando a PIRÂMIDE quebrar… depois não diga que não avisamos… pois, estão seguindo o manual das PIRÂMIDES.

Esta é a hora de fabricar provas usando o dinheiro recebido dos OTÁRIOS. Você quer continuar a ser um OTÁRIO?

Como dissemos algum tempo atrás, a MINERWORLD é uma PIRÂMIDE e não têm um sistema de mineração real que consiga pagar o retorno prometido aos OTÁRIOS. As únicas provas apresentadas até à bem pouco tempo… eram vídeos ou fotos de uma máquina de mineração desligada e do quadro elétrico.

Por alguns dólares é fácil de conseguir isso!

Com os problemas da MINERWORLD com as autoridades do Paraguai, e os novos problemas por agora também estar no radar das autoridades do Brasil, decidiram fabricar novas provas… pois… as fotos / vídeos com a máquina de mineração desligada Antminer não estão mais funcionando para enganar os trouxas.

A nova prova fabricada é… um bloco minerado com o nome Minerworld. Um só bloco! Apesar de durante este tempo todo afirmarem que têm uma rede de computadores minerando Bitcoins… SÓ EXISTE 1 prova e é de 11 agosto 2017.

Claramente… é uma prova fabricada, ou seja, pagaram por essa prova. Mais abaixo, você pode ver o que os Gurus em Bitcoin revelam.

Prova fabricada exposta. Bloco com nome MINERWORLD faz parte da mentira

As PIRÂMIDES não conseguem passar despercebidas e a MINERWORLD não poderia ser diferente. Com um prazo de vida de alguns meses até 3 anos, dependendo de como foi criado o golpe, cada dia para a PIRÂMIDE é como se fosse o último e precisam de recrutar o maior número de OTÁRIOS.

Se a MINERWORLD fizesse mineração de Bitcoins não precisaria do dinheiro de pessoas. Os donos poderiam pedir dinheiro emprestado ou usar o seu próprio dinheiro e ao fim de algum tempo estavam milionários. Mas.. nada disso existe. Também não é um milagre. É uma PIRÂMIDE. Quando quebrar você vai nos dar razão!

Usam empresas fachada, para fazer com que o golpe continue até não haver mais OTÁRIOS!

A reportagem do site midiamax.com.br foi até ao endereço da MINERWORLD em Campo Grande e viu a verdade. Revelam que “…há poucos móveis, não há telefone e durante a visita, na segunda-feira (14) apenas 4 pessoas trabalhavam…”. Você já deve tar percebendo como é bem básico o esquema.

Com 77 mil OTÁRIOS, segundo vários PIRAMIDEIROS seria de esperar outra coisa.

Mas… vamos às provas e lhe mostrar que são provas fabricadas e os PIRAMIDEIROS só estão inventando mentiras.

Nos grupos da PIRÂMIDE MINER WORLD, grupos de Bitcoin ou Marketing Multinível, vários PIRAMIDEIROS estão bem nervosos partilhando as 2 provas fabricadas de um bloco assinado com o nome MINERWORLD. Você pode acessar o bloco 480036 e ver por si mesmo.

A prova fabricada pela PIRÂMIDE MINERWORLD

O outro bloco pago para iludir os OTÁRIOS, tem a descrição /ViaBTC/Minerworld/ e pode ser acessado no bloco 479710.

A prova fabricada pela PIRÂMIDE MINERWORLD

Se você reparar… na data, indica que o bloco foi minerado a 11 agosto 2017. Esta é a única prova que têm. Quer dizer… prova fabricada. Repare que NÃO existem outras provas de 2016 e 2017, por isso não mostram.

Fabricar uma prova dessas, na época do golpe HASHOCEAN (hashocean.com) custava em torno de 40 mil dólares… segundo gurus em Bitcoins. A HASHOCEAN foi um golpe que roubou muitos BTC dizendo que tinha mineração e… 3 meses depois desapareceu.

Como a MINERWORLD fabricou a prova do bloco minerado

Outra mentira que também estão inventando… é dizer que estão com uma taxa de hash de 2%. Se você acessar o site https://blockchain.info/pt/pools vai comprovar que é mentira. Nem aparece o nome da MINERWORLD. A taxa mais pequena que aparece é de 0.3%… logo deveriam aparecer, se fosse verdade.

Mineradoras de Bitcoin

Isto é basicamente a verdade sobre a PIRÂMIDE MINER WORLD…

PIRÂMIDE MINERWORLD explicada ao detalhe

Não seja o próximo OTÁRIO!