O que é a Consolidação ou unificação de dívidas

Publicado a 6 Novembro 2012

Descubra agora a melhor definição na Internet sobre o que é a Consolidação de dívidas, reunificação ou unificação. Esta estratégia é a opção número um para evitar situações de falência ou insolvência.

Consiste em obter um empréstimo para pagar outros empréstimos ou créditos (de cartão de crédito, automóvel, etc). Com a consolidação poderá pagar várias dívidas que tem num só pagamento mensal, sendo uma boa opção para reduzir o dinheiro que esta a dever. Assim, irá agrupar todas as suas dívidas numa só.

Para poder levar a cabo a consolidação e necessário que seja dono de um imóvel, mesmo que hipotecado. A unificação consiste em hipotecar a sua propriedade ou renegociar a sua hipoteca para pagar as outras dívidas. Ao cancelar os outros créditos, passar a pagar menos dinheiro, dado que a taxa de juro do crédito passa a ser muito menor.

Resumindo, através da reunificação você poderá conseguir converter todos os créditos num só e evitar entrar em falência ou em incumprimento. É uma solução de longo prazo que vai fazer com que deva menos dinheiro e passe a pagar menos todos os meses. É a solução para quem tem mais do que um empréstimo, no entanto é necessário primeiro fazer o seguinte:

  • Ter uma cópia de todos os seus gastos mensais, para apresentar ao banco e ver se é capaz de pagar a quantidade mensal unificada. Recomendamos que faça um orçamento para saber qual o rendimento mensal disponível.
  • Deve ter ganhos mensais estáveis para poder pagar o empréstimo.
  • Pode ser que necessite de um avalista, que seja responsável pelos seus pagamentos caso entre em incumprimento ou de uma garantia material, como uma casa ou carro.

Com este método bastante usado pelos bancos e entidades financeiras durante esta crise económica em Portugal, é possível eliminar diversos tipos de créditos: