HINODE tenta burlar fisco com carga escondida

Publicado a 22 Janeiro 2017

HINODE investigada por PIRÂMIDE no BrasilEmpresa de Marketing Multinível HINODE com algumas semelhanças a um ESQUEMA EM PIRÂMIDE, foi apanhada com carga escondida. Tentou burlar fisco para pagar menos impostos.

Por meio de unidades móveis a Secretaria de Fazenda (Sefaz), apreendeu na quinta-feira (19 janeiro 2017), na BR-262, a 20 quilômetros de Campo Grande, uma carga de cosméticos, avaliada em R$ 216 mil, totalmente irregular.

Essa carga irregular eram produtos HINODE! Não sabemos se foi a HINODE ou algum distribuidor a fazer isto.

O site campograndenews.com.br informa que os Fiscais flagraram carga de cosméticos de R$ 216 mil em caminhão rebocado.

Caso você ande perdido, a Justiça do Brasil está a investigar a HINODE por um ESQUEMA EM PIRÂMIDE. Pouco tempo depois o processo foi colocado em segredo de Justiça.

Por muito dinheiro que a HINODE gaste em marketing na novela Sol Nascente da GLOBO ou em outros tipos de publicidade, basta uma notícia destas para mostrar como funciona a HINODE e dar cabo da sua reputação.

De acordo com informações dos fiscais tributários que realizaram o flagrante, a carga foi descoberta ao abordarem um veículo guincho que carregava uma caminhonete F-350 em cima… mostrada na imagem abaixo.

Empresa de cosméticos tenta burlar fisco com carga escondida em caminhão rebocado

Durante a fiscalização de rotina, os fiscais abordaram o veículo. Ao ser questionado, o motorista do guincho disse que o caminhão tinha quebrado e que faria o transporte a uma oficina. Nesse momento, um dos fiscais tributários subiu para fazer a vistoria, quando se deparou com inúmeras caixas na carroceria da caminhonete, que supostamente estaria quebrada

Ao ser descoberto o motorista apresentou diversas notas com destino à cidade de Andradina, em São Paulo, mas nenhuma que o autorizasse a circular com a mercadoria em Mato Grosso do Sul. Com isso, os produtos foram apreendidos e encaminhados para a Coordenadoria de Fiscalização de Mercadorias em Trânsito (Cofimt).

Essa empresa é reincidente e tem nos dado bastante trabalho. O valor da carga foi avaliado em R$ 216 mil. Entre impostos e multa terá que pagar mais R$ 69,4 mil. Assim que os valores devidos forem quitados a carga será liberada”, informou o coordenador da Cofimt, Marcelo Monteiro.

Mercadoria HINODE confiscada pela Cofimt Mercadoria HINODE confiscada pela Cofimt