Porque a Educação Financeira é Importante para Investir Melhor

Publicado a 27 Setembro 2013

Saiba quais as razões porque a Educação Financeira é importante no momento de investir para ganhar dinheiro. Comece a mudar a sua mentalidade para não ter problemas financeiros!

Você sabe qual é o seu nível de educação financeira? É muito fácil de saber. Para isso, bastar imaginar o que você faria se de um dia para o outro ganhasse uma grande quantidade de dinheiro, por exemplo, o primeiro prémio do Euromilhões. Só 4% das pessoas seriam capazes de multiplicar esse dinheiro de forma significativa. Você é uma delas? Descubra como você e os seus filhos podem aprender a gerir e multiplicar o dinheiro com sabedoria.

O que você faria se recebesse 10 mil euros?

Entre muitas outras coisas, você conseguiria saber ao certo o seu nível de educação financeira. Este nível pode ser medido de acordo com a sua forma de gerir o dinheiro de forma eficaz. Se dermos 10 mil euros a 100 pessoas, ao fim de um ano pelo menos 80 terão gasto o dinheiro todo, 18 teriam pelo menos ainda os 10 mil euros, enquanto as 2 pessoas restantes teriam 20 mil euros ou mais. O problema seria ainda maior se a quantidade de dinheiro fosse maior.

Qual é a diferença entre estes 3 grupos de pessoas?

A sua educação financeira! Ao contrário do que muita gente pensa, é possível aprender o jeito para gerir e multiplicar com sucesso, da mesma maneira que é possível aprender outras coisas. Contudo, requer uma mudança radical que nem todos estão dispostos a seguir.

O problema é que não fomos educados para gerir o dinheiro com sabedoria, nem muito menos para multiplicar o dinheiro. Por uma lado a educação financeira é importante para saber gerir o seu dinheiro e por não ser ensinado nas escolas e universidades, enquanto que por outro lado os meios de comunicação nos bombardeiam diariamente com mensagens que nos incentivam a ganhar mais do que temos.

Em cada esquina existe uma oferta de algum cartão de crédito que dá a possibilidade de desfrutar imediatamente dos bens que ainda não pagou. As instituições financeiros e as entidades bancárias dão crédito fácil à maior parte das pessoas para comprar automóvel, casa e outras coisas. No entanto, apesar das facilidades, a maior parte das pessoas não tem condições financeiras para suportar os encargos mensais caso aconteça alguma coisa, como perder o emprego ou simplesmente ver o seu salário reduzido.

Por essa razão, a resposta a este grande dilema, que é a gestão do dinheiro, é uma educação financeira sólida baseada na poupança e investimento, não só para os adultos, como também para as crianças e os jovens, que dentro de alguns anos vão ter de enfrentar novos desafios.