Depois do Golpe TelexFree Carlos Costa é candidato a Deputado Federal

Publicado a 14 Julho 2014

Depois de enganar milhares de pessoas com o golpe do VOIP e anúncios na outra galáxia, Carlos Costa é candidato a Deputado Federal pelo ES.

Um dos principais cabecilhas do Esquema em Pirâmide TelexFree e o rosto da fraude no Brasil e na página oficial no Facebook, o Carlos Costa, agora virou candidato a Deputado Federal pelo Partido Republicano Progressista (PRP) no Espírito Santo. A candidatura do “cara” foi registada no dia 5 de julho de 2014 e ainda precisa de ser aprovada pela Justiça Eleitoral.

A cada dia que passa ficamos ainda mais espantados com todo o teatro que faz (e tem feito nestes últimos meses). Depois de enganar milhares de pessoas e de ficar milionário com este esquema, agora faz-se de vítima! Não bastou ter passado vários meses a promover o golpe do VOIP e dos anúncios na outra galáxia mais Carlos Wanzeler (fugitivo da justiça dos EUA) e James Merrill, onde os lucros da venda dos pacotes de VOIP nem dariam para pagar o retorno prometido a pelo menos 5% dos “divulgadores” da fraude, como também andou este tempo todo a publicar vídeos no Facebook com o título plantão TelexFree e plantão Ympactus, e nunca disse a verdade sobre o que se passava com a empresa. Cada vídeo era uma nova (falsa) esperança.

Se a TelexFree Brasil (Ympactus) quisesse devolver o dinheiro das vítimas já teria feito isso. Mas não… eles fazem uma coisa por detrás e depois dizem outra pela frente. Estes “caras” são bons aldrabões. Mesmo que quisessem devolver o dinheiro a todos os “divulgadores”, não existe mais dinheiro para pagar a todos. A Justiça do Brasil não é tonta e sabe que o VOIP era utilizado como o produto de fachada e os anúncios na outra galáxia não geravam retorno para a TelexFree… sempre foi um golpe em pirâmide. Mesmo que a justiça não bloqueasse este golpe, alguns meses depois ia colapsar.

Desde o início alertamos que a TelexFree é uma FRAUDE e… agora que não volta mais e deverá ser liquidada nos EUA para pagar às vítimas, no Brasil temos Carlos Costa com os seus bens bloqueados e para tentar reverter isso, está concorrendo a uma vaga como deputado federal para tentar legalizar uma coisa que é ilegal em todo o mundo. O Marketing Multinível é legal mas… as fraudes multinível são ilegais. No Marketing Multinível legítimo os afiliados só ganham dinheiro se venderem produtos. Só dessa forma é que a empresa tem dinheiro para pagar. Esquemas que pagam por colocar anúncios ou realizar outra tarefa diária, onde não existe a venda de um produto/serviço, são FRAUDES.

Segundo a Revista VEJA, o Brasil é o 8º país com mais analfabetos no mundo e tem um total de 14 milhões de pessoas analfabetas, por isso não é de estranhar que muitos brasileiros tenham caído nesta fraude e em outras fraudes multinível. Aliado a isso, também ganham pouco e, por isso é o ingrediente perfeito. Junta-se pessoas ganânciosas e que fazem tudo (mas tudo mesmo) para ganhar dinheiro sem trabalhar e aldrabões que querem ficar milionários à custa dos outros.

Carlos Costa justifica a sua candidatura com a seguinte frase:

Olá Caro amigo!

Resolvi sair candidato a Deputado Federal, pelo simples fato de achar que posso sim ajudar muito a mudar esse País, não só na regulamentação do Marketing Multinível no Brasil, NOSSA PRINCIPAL CAUSA, mas em outros pontos fundamentais.

Mas… se ele não sabe o que é Marketing Multinível, como é que vai ajudar na regulamentação? Ele só está a fazer isto tudo, para sair bem na foto e ficar com o dinheiro das outras pessoas que investiram numa mentira. De acordo com o descrição de bens que está disponível na página da TSE de Carlos Costa, é possível ver que tem os seguintes bens:

  • Apartamento em Itapoã, Vila Velha (em nome da dependente): R$ 168 mil
  • Apartamento em Itapoã, Vila Velha: R$ 1,1 milhão
  • Apartamento em Itapoã, Vila Velha: R$ 109.585,00
  • Kia Sorento EX 3.5 G17 ano 2012: R$ 132 mil
  • Kia Soul EX 1.6, ano 2012 (em nome da dependente): R$ 70 mil
  • Mercedes Benz SLK250 Turbo 2012: R$ 219,1 mil
  • Cotas de capital da Empresa Ympactus Comercial S/A: R$ 300 mil
  • Participação societária na empresa Simternet Tecnologia da Informação LTDA: R$ 2 milhões
  • Poupança Banco do Brasil em nome de terceiro: R$ 125.420,38
  • Crédito referente a empréstimo com a filha: R$ 1,5 milhão
  • Poupança Ouro – Banco do Brasil: R$ 456.937,44
  • Poupança Multidata – Banco Itaú: R$ 10.038,15
  • Banco Itaú: R$ 3.169,03
  • Ourocap Estilo Premio – Banco do Brasil: R$ 213.120,62
  • Brasilprev VGBL: R$ 3.650.000,00
  • Itaú Uniclass: R$ 2.141.772,25
  • Itau Uniclass First em nome de dependente: R$ 103.425,64
  • Caixa Econômica Federal VGBL – R$ 1.240.000,00

O mais interessante de tudo isto, é que mesmo tendo muito dinheiro, o “cara” pediu dinheiro à filha de 20 anos que estuda Direito no valor de 1,5 milhões de reais. Ou seja, ainda antes de começar a trabalhar a filha já é milionária. Agora tirem as vossas conclusões…